Imprensa / Notícias do Setor / Espaço do Associado

09/03/2018



SEXUALIDADE INFANTIL É TEMA DE PALESTRA NESTE SÁBADO NO GOIABEIRAS SHOPPING


Sexualidade infantil é tema de palestra neste sábado no Goiabeiras Shopping

 

As primeiras descobertas sobre o próprio corpo e o sexo oposto começam logo na primeira infância com perguntas que deixam muitos pais sem resposta. Para ajudá-los a lidar com a sexualidade infantil, o projeto Papo de Mãe realiza nesta sábado (10.02), às 19h, a palestra “Mãe, o que é sexo?”, no Espaço Livre Livro (térreo), do Goiabeiras Shopping.

 

O médico antroposófico José Carlos e a psicóloga Dulce Figueiredo irão orientar os pais sobre a melhor maneira de abordar a sexualidade desde os primeiros anos. De acordo com Figueiredo, a sexualidade infantil se manifesta naturalmente nas brincadeiras, no interesse pelos genitais e nos questionamentos que costumam constranger os pais.

 

“A dificuldade em lidar com esse tema decorre dos tabus que envolvem a sexualidade humana. Incapazes de discernir as diferenças entre a sexualidade da criança e do adulto, os pais temem que os filhos possuam comportamentos de natureza sexual. E é através do modo como os adultos apresentam a sexualidade à criança que ela constrói suas crenças acerca disso, percebendo-a como aprazível ou indecente. Os pais censuram ou punem os filhos em situações em que deveriam promover a educação sexual. Por isso, a reflexão que faremos ajudará na abordagem deste tema com os filhos”, explica.

 

Cuidado com a liberdade

 

O médico chama atenção para a infância que parece ter encolhido a partir da troca das brincadeiras pelos jogos eletrônicos. “Por meio de celulares e da TV, a sexualidade que sempre existiu aparece na vida da criança às vezes sob um viés vulgar. Com isso, os pais terceirizam essa tarefa ou não percebem o que seus filhos experimentam via internet”, exemplifica.

 

Nesse aspecto, alerta José Carlos, os pais deveriam ficar atentos. Isso não significa que precisem subestimar a capacidade de entendimento dos filhos e sim entender que a curiosidade infantil pode ser esclarecida de uma forma natural, com critério e respeitando o próprio desenvolvimento da criança, ou seja, tudo ao seu tempo. “A educação sexual começa dentro de casa, desde muito cedo, valorizando e respeitando as diversidades e o respeito pelo outro. Essas questões precisam ser refletidas pelos pais, educadores e terapeutas”, alerta.

 

No temor de que os filhos não sejam contrariados, muitos pais promovem uma série de liberdades. Então, os limites quase inexistem, afirma o médico. “A liberação de costumes, valores e regras geram também uma turbulência familiar e as crianças começam a ter acesso a informações que nem tem capacidade de entender, mas que também não deixam de causar danos principalmente na erotização e nas questões sexuais”.

 

A gerente de Marketing do Goiabeiras Shopping, Tássia de Carvalho, destaca a importância em promover o encontro com especialistas e outros pais que estão na mesma fase. “A troca de experiências faz com que os pais saibam lidar melhor com esta fase que é delicada, mas que faz parte da vivência de cada um de nós. Também por isso o Espaço Livre Livro foi criado, para poder receber este tipo de reflexão que pode ajudar os pais na formação dos filhos”. Completa.

 

Para os pais que levarem os filhos, o Clube da Criança dará 50% de desconto válido no período da palestra. A inscrição tem o valor de R$ 50 e pode ser feita pelo celular (65) 99920-6887.

 

Informações à imprensa:

Luciane Mildenberger

(65) 99971-1825