20.1 C
Londres
terça-feira, agosto 9, 2022

1746

Array
- Advertisement -spot_imgspot_img
- Advertisement -spot_imgspot_img

Imprensa / Notícias do Setor / Notícias do setor

11/04/2016



SHOPPING É LUGAR DE ENTRETENIMENTO E NEGÓCIOS




Sinônimo de conforto e segurança, além de oferecer entretenimento,
o shopping center se tornou um local que abriga congressos, seminários,
palestras e eventos corporativos


Por Mariane Rocigno*

 

Que o shopping
center deixou de ser somente um centro de compras já é sabido. Mas além de
oferecer serviços, lazer, conveniência e convivência, o mall tornou-se também
um espaço para eventos corporativos, congressos, seminários, palestras, entre
outros. Foi justamente pensando em oferecer mais conforto e praticidade aos
participantes do Congresso Meeting Empresarial do Vale do Paraíba, que Manoel
Carlos de Carvalho Júnior, idealizador e organizador do evento, escolheu o
teatro do Shopping Colinas, em São José dos Campos (SP) para o congresso.

“Realizar o
evento no shopping proporciona facilidade e segurança para que nossos
convidados estacionem seus carros, além da possibilidade de fazer uma refeição
antes ou depois do congresso”, afirma. Para o empreendimento, esse tipo de evento
faz com que o espaço seja utilizado em horários diferentes das ações de
entretenimento – que geralmente acontecem durante a noite e nos finais de
semana – o que aumenta o movimento no mall em horários diferenciados.

De acordo com
Emerson Marietto, superintendente do Colinas, outro ponto extremamente positivo
é a construção institucional do shopping como um empreendimento que promove,
incentiva e realiza eventos de impactos positivos para a sociedade da região.
“Desde o início dos estudos de implantação, o Teatro Colinas foi concebido para
ser um espaço multiuso e suprir a carência existente na região no que diz
respeito a um local apropriado tanto para receber peças teatrais e espetáculos,
quanto fóruns, palestras e seminários”, conta Marietto. “Além do Congresso
Meeting Empresarial, realizamos recentemente o Fórum de Desenvolvimento
Econômico que contou com a participação de importantes nomes do cenário
político brasileiro.
 

O teatro
também é frequentemente utilizado para ações e treinamentos com os lojistas,
palestras e eventos de premiação, entre outros”, comenta.

 

Para o
executivo, o espaço já se consolidou e se tornou referência para o público que
busca eventos culturais e também ações corporativas. “A consolidação é uma
satisfação, já que São José dos Campos é uma cidade que conta com um dos mais
importantes parques tecnológicos e industriais do País, tem um grupo de
formadores de opinião importante e uma população ávida por entretenimento e
eventos de qualidade”, avalia o superintendente.

 

O empreendimento
conta com um hotel integrado ao centro de compras, com quatro salas destinadas
a eventos, e em 2016, será inaugurada uma torre comercial com 25 andares e
heliponto. “Haverá um andar inteiro exclusivo para eventos, conferências,
reuniões e seminários”, comenta Marietto.

 

A casa de
eventos

 

No Shopping
Eldorado, em São Paulo, tanto o Teatro das Artes como o Cinemark são espaços
destinados a eventos de diversos formatos. Geralmente, são utilizados para
reuniões, palestras congressos, lançamentos de produtos, seminários e
workshops, além dos mais comuns:  apresentações, desfiles, shows etc. De
acordo com Angélica Godinho, gerente de marketing do empreendimento, o público
é bem diferenciado, são executivos, corretores de imóveis, famílias, profissionais
de fotografia, marketing e outros. “Ao realizar eventos no mall, os clientes
contam com o conforto de toda a estrutura do teatro e do cinema, bem como a
segurança oferecida pelo shopping”, afirma Angélica.

 

Normalmente, a
área de eventos é administrada pelo próprio empreendimento, mas o caso do
Shopping Cidade Jardim é diferente. Para atender a uma alta demanda de empresas
que procuravam o shopping interessadas em realizá-los, principalmente os
corporativos, a estratégia do shopping foi convidar Fábio Coelho, sócio da Casa
Bossa (espaço para eventos de alto padrão), a montar uma operação de lojista no
shopping. “Já recebemos o lançamento do Windows 10, um desfile da George
Armani, o lançamento de uma telenovela, ações de relacionamento e seminários
com almoço e coquetéis”, explica Coelho. Para ele, as principais vantagens do
negócio para a casa de eventos são o visual do espaço e a vista, além da
segurança para a chegada e saída dos convidados. Para o mall, cada evento leva
de 400 a
800 pessoas ao empreendimento.

 

*matéria publicada na revista Shopping Centers, da Abrasce

- Advertisement -spot_imgspot_img
Latest news

44

- Advertisement -spot_img

9

7

997

Related news

44

9

7

997

- Advertisement -spot_img